Cadastre-se

A taxonomia e os objetivos educacionais

Taxonomia (do grego taxis , que é ordenação, e nomos , que é sistema, norma) é todo sistema de classificação que possui três características: cumulatividade, hierarquia e eixo comum. De acordo com Benjamin Bloom, em relação aos objetivos educacionais há uma divisão em três partes a saber:cognitiva , que sãoobjetivos que destacam a lembrança de algo que foi aprendido, para a resolução de alguma atividade mental para a qual o indivíduo tem que definir o problema fundamental, reorganizar o material ou combinar idéias, técnicas ou métodos antecipadamente aprendidos; afetiva ou emocional ,que enfatizam as emoções e os anseios, assim como a aceitação ou rejeição, expressos em interesses, atitudes ou valores; psicomotora, que se relacionam à habilidade muscular ou motora .

Como o campo cognitivo é o mais comumente usado, de acordo com a taxonomia dos objetivos educacionais de Bloom, há seis níveis de domínio cognitivo, a saber: conhecimento, que são os processos que solicitam que o aluno reproduza com precisão uma noção que lhe tenha sido transmitida, podendo ser uma fórmula ou teoria, ou mesmo, um procedimento; compreensão, que demanda preparação de uma informação original, explicando-a de outra forma ou antecipando resultados proporcionados pela informação de partida; aplicação, onde o aluno mobiliza um conhecimento geral para uma circunstância nova , específica, real e problemática; análise, que se abaliza por separar uma informação em dados elaborados e constitui relações entre eles, onde se estabelece a taxonomia dos objetivos educacionais; síntese, que representa os procedimentos nos quais o estudante agrupa noções de informação para compor dados novos que terá, basicamente, descrições individuais e características.

Nesse momento, há uma produção inovadora , pessoal do aluno.; avaliação, que concebe os processos cognitivos mais complicados, sendo uma maneira de conferir um dado, uma informação, uma teoria, ou uma idéia, através de um discernimento ou conjunto de critérios, podendo ser critérios internos ao próprio elemento de avaliação, ou externos em relação ao objeto avaliado.Nesse processo, são elaborados juízos com base em critérios.
Esses processos , representados pelo resultado da aprendizagem, devem evidenciar o que o aluno aprende, independente do conhecimento que possuía anteriormente.Concluindo que, os processos são cumulativos, sendo que o conhecimento cognitivo depende do anterior e dá subsídios a novas aprendizagens.Devemos lembrar que a aprendizagem é um fenômeno plural e interativo. Ocorre simultânea e interativamente em três domínios: o cognitivo, o afetivo e o psicomotor.

As categorias que integram o domínio afetivo são cinco: Recepção, resposta, valorização,organização e caracterização, internalizando valores.As categorias que integram o domínio psicomotor (de acordo com Simpson) são: percepção, posicionamento,execução acompanhada, mecanização e completo domínio dos movimentos.

Benjamim Bloom foi, sem dúvida, o autor que mais influenciou as teorias da aprendizagem, na segunda metade do século XX. A sua herança educacional está presente nos movimentos contemporâneos. Por isso, tem direito que as suas produções façam parte de um estudo sério, ponderado e livre de preconceitos ideológicos.
Referência: Rodrigues, José - A taxonomia de objetivos educacionais

Amélia Hamze
Profª FEB/CETEC
ISEB/FISO-Barretos
ahamze@uol.com.br

Trabalho Docente - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais