Cadastre-se

Trânsito: uma aula de cidadania

Como tem sido comum presenciarmos a todo o momento cenas violentas no trânsito!

As facilidades de aquisição de veículos através dos financiamentos a longos prazos têm levado as cidades ao caos da agitação, de acidentes e da poluição.

O que temos visto são pessoas dirigindo em alta velocidade, nervosas, xingando umas às outras, numa falta de controle total, principalmente nos horários de pico.

Precisamos mudar esse quadro urgente, pois ficará impossível transitar nas grandes cidades brasileiras daqui a alguns anos.

É claro que isso acontece em razão da falta de preparo dos motoristas, bem como de políticas de conscientização que deveriam ser desenvolvidas pelos governantes, afinal, pagamos nossos impostos para isso. Porém nada tem sido feito diante da problemática.

É preciso criar, através da educação, a cultura do bem estar, do respeito ao próximo e do respeito ao meio em que vivemos. Seria ótimo se começasse na semana do trânsito, realizada de 19 a 25 de setembro.

Para isso, trazemos o tema como sugestão, para que os professores possam abordá-lo nas aulas, na tentativa de criar uma consciência de boa convivência no trânsito, um aprendizado para a vida de seus alunos, que poderão levar para seus pais, parentes e amigos, na esperança de um mundo melhor.


Trânsito caótico nas cidades grandes

Converse com seus alunos sobre o que podemos fazer para melhorar o trânsito e qual o papel de cada um para que isso aconteça.

Explique que todos os passageiros do veículo devem usar o cinto de segurança, que crianças devem andar somente no banco traseiro, que não devem ficar no vão entre os bancos e nem colocar os braços e a cabeça para fora do carro. É importante enfatizar que o passageiro não pode desviar a atenção do motorista com conversas excessivas ou com brigas, pois isso poderá causar acidente.

É necessário mostrar a importância de respeitar os sinais de trânsito, enquanto pedestres, atravessando as ruas na faixa, e que devemos criar o hábito de atravessar as ruas somente andando em cima dela. Os passageiros do carro podem ficar atentos, verificando se o motorista avança os sinais, anda com excesso de velocidade, joga objetos pela janela ou maltrata e xinga outros motoristas.

As crianças devem saber também que não podem brincar ou andar de bicicleta nas ruas, pois podem ser atropeladas.

Ao andar de ônibus, devem manter-se sentadas ou segurar bem forte na mão de um adulto, para não caírem, nunca devem ficar nas escadas, pois estas poderão abrir-se de repente.

Criando na sala de aula um espaço de discussão, pesquisa, trabalhos em grupos e atividades lúdicas o professor conseguirá ótimos resultados, além de criar a consciência de cidadania em seus alunos, que jamais se esquecerão dos conceitos abordados e apreendidos, ou seja, acontecerá o saber em função da boa convivência e da vida.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais