Cadastre-se

Projeto Político Pedagógico – uma questão de autonomia

A educação no Brasil é norteada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9.394/96. Porém, dentro dessa perspectiva de trabalho, é de grande importância que cada instituição educativa elabore seu projeto político pedagógico, delimitando qual a sua forma de atuação, quais suas principais ações, organizando a sua trajetória escolar.

É importante entre tantos aspectos que a escola, através de seus dirigentes, crie momentos específicos para que sejam discutidos esses fundamentos, buscando uma melhor condição de trabalho bem como de atendimento da comunidade escolar.

Deve realizar reuniões específicas para que sejam discutidas as direções dos trabalhos educativos, buscando a troca de experiências entre os profissionais com o objetivo de qualificar a instituição para ir de encontro com os interesses e anseios da população.

É importante levar em conta as disposições da Constituição Brasileira no que diz respeito à educação, do Estatuto da Criança e do Adolescente quanto aos direitos e deveres dos mesmos e dos Parâmetros Curriculares Nacionais, que fazem as abordagens quanto aos temas transversais.


O Projeto Político Pedagógico fica consistente quando todos participam

Se a escola contemplar a educação infantil, deverá se pautar ainda, no Referencial Curricular Nacional que atende essa faixa etária, levando em conta o cuidar e o educar de forma integral e plena.

Na verdade, é necessário que os integrantes da instituição, envolvidos no processo educativo, busquem filosofias que se enquadrem a realidade da escola, a fim de levar o aluno a uma integração nos aspectos biológicos, psicológicos intelectuais e sócio-culturais, sendo valorizados e respeitados dentro do meio social em que estão inseridos. Não adianta a escola desenvolver um projeto político pedagógico que não se encaixe com a realidade da comunidade em que atende, é como montar um quebra-cabeça juntos, rumo a um mesmo objetivo.

É necessário criar ocasiões para que exerçam a cidadania e que aprendam sobre a importância do papel de cada cidadão diante da sociedade, dando-lhes a oportunidade de vivenciar a própria autonomia e a responsabilidade, a solidariedade para o bem comum.

Elaborar um projeto político pedagógico não é coisa de outro mundo, não é tarefa impossível. Com um pouco de estudo e dedicação de cada profissional, engajados juntos com a direção e coordenação torna-se mais fácil, pois afinal, este será o seguimento, o planejamento de suas ações dentro da instituição, que servirá para tornar as ações de trabalho mais adequadas e eficazes.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja Mais!
Criança e Alimentação
Formas de incentivar a criança a se alimentar melhor

Orientações - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais