Cadastre-se

O folclore na abordagem escolar


Diferentes formas de manifestações folclóricas.

O folclore é marcado por se tratar de um momento mágico com ricas lendas, histórias, “causos” entre outros. Comemorado a nível internacional em 22 de agosto, trata-se de uma importante data comemorativa trabalhada nas escolas.
Considerando a riqueza de conhecimentos existentes no folclore brasileiro, o ideal é que o professor busque as mais diversas formas de trabalhar esse tema com seus alunos.

No ambiente escolar o folclore brasileiro apresenta inúmeros elementos a serem apresentados e desenvolvidos com a criança.

Partindo desse pressuposto, ao trabalhar o folclore é necessário seguir certa hierarquia em relação às informações a serem passadas para os alunos. No intuito de contribuir com o professor podendo enriquecer sua didática, segue algumas orientações de como o professor pode estar trabalhando o folclore numa abordagem ampla, propiciando uma vivência rica e proveitosa para com seus alunos, em especial aqueles inseridos na educação infantil e início do Ensino Fundamental:

• Inicialmente o professor deve fazer com que o aluno compreenda o conceito de folclore, seguido da identificação de diferentes manifestações culturais, respeitando e considerando a faixa etária escolar, conseqüentemente ampliando o vocabulário de seus alunos;

• Considerando que as músicas, parlendas, jogos e brinquedos são elementos fundamentais do folclore infantil brasileiro e da memória cultural popular, é fundamental que sejam apresentadas até mesmo para garantir a preservação da cultura;

• Trabalhar com jogos folclóricos favorecendo a entrada da criança na sociedade de forma lúdica, podendo ensinar modelos de comportamento, regras, rituais, fatores esses indispensáveis para o amadurecimento emocional;

• Propor pesquisas sobre brincadeiras antigas, seguida da realização dessas, dispensando o uso de brinquedos de alta tecnologia e valorizando o trabalho com o corpo da criança, propiciando seu desenvolvimento;

• Trabalhar o respeito à cultura de cada aluno solicitando que a criança mencione algo que faz parte da cultura dela, entre outras;

Sugestão de atividade a ser aplicada na Educação Infantil

Tema: Folclore infantil (trabalhando com cantigas de rodas).

Material utilizado: Letras de Cantigas de roda; papel; tesoura com ponta arredondada.

Prática: Desloque a turma para um local descontraído da escola como o jardim, a quadra, o pátio ou outro de sua preferência. Peça para eles formarem uma roda e cantar as cantigas de rodas que conhecem, resgatando as músicas presentes na memória infantil.
Em seguida apresente aos alunos as cantigas de roda mais antigas (Relacionadas abaixo), dando ênfase para as que eles não conhecem.
Para finalizar, solicite a cada aluno o registro de determinada música no papel e em seguida confeccione um livreto de forma coletiva, disponibilizando o material para as demais turmas e bibliotecas da escola.

Cantigas de Roda

• Ciranda Cirandinha: Ciranda cirandinha vamos todos cirandar...

• Nesta Rua: Nesta rua, nesta rua, tem um bosque...


• Fui no Tororó: Fui no Tororó beber água não achei...

• Cai Cai Balão: Cai cai balão, cai cai balão na rua do sabão...

• Boi da Cara Preta: Boi, boi, boi, boi da cara preta...

• Terezinha de Jesus: Terezinha de Jesus deu uma queda foi ao chão...

Por Elen Campos Caiado
Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

Artigos relacionados

  • terça-feira | 12/08/2014 | sueli de jesus

    muito bom os textos

Brasil Escola nas Redes Sociais