Cadastre-se

Horta – uma atividade interdisciplinar

Montar uma horta na escola é um trabalho grandioso, pois este é um tema rico que possibilita ao professor a abrangência de várias disciplinas.

É uma atividade que envolve muito os alunos, já que trabalhar com terra aumenta a disposição e a energia do corpo, proporcionando prazer, aliviando o estresse da sala de aula e deixando todos mais calmos.

O professor deve montar um projeto de acordo com a idade de seus alunos e discutindo com os mesmos sobre quais plantas preferem trabalhar, definindo o dia em que irão começar a atividade bem como os materiais necessários para a organização da horta escolar.

Antes de iniciar a atividade, deverá propor os combinados com a turma, a fim de estabelecer as regras de conduta durante a atividade e controlar melhor os alunos mais ansiosos. Normalmente as crianças indisciplinadas participam muito bem desse tipo de atividade, pois é um momento de liberdade para eles.

Dependendo do tamanho da horta, a turma poderá ser dividida em grupos, como de limpeza da terra, de aragem da mesma, de plantio das sementes, de regar e um outro grupo para fazer as anotações escritas de todos os passos. A cada visita à horta os alunos deverão ser revezados nas atividades, para todos terem oportunidade de manuseio da mesma.

Em sala deverão discutir as etapas trabalhadas, onde cada aluno se expressará contanto como foi vivenciar a experiência. É bom que se discutam também sobre as anotações feitas pelo grupo responsável, a fim de aumentar a riqueza das discussões.


Projeto horta proporciona 100% de aproveitamento

Em ciências, poderão observar o crescimento das plantas e fazer relatórios descritivos do processo, desde a germinação, tamanho e as transformações das mesmas, a cada visita à horta. O professor pode aproveitar esses relatórios para analisar a capacidade de produção de texto dos alunos, bem como ortografia e gramática, que se encaixaria em português.

Sabe-se que é comum aparecerem pequenas pragas em hortas. Assim, ainda em ciências, o professor poderá produzir com os alunos receitas de pulverizadores naturais, enfatizando os males dos agrotóxicos para a saúde do homem.

Poderão pesquisar em revistas, jornais e internet materiais para a montagem de um painel, classificando as plantas como verduras e legumes e, para as séries mais adiantadas, explorar mais a classificação, como o reino e as espécies das mesmas, bem como as regiões e os climas adequados para cada uma delas (natureza e sociedade).

Em matemática poderão explorar conteúdos como quantidade de sementes, o peso das mesmas ao adquiri-las, os litros de água necessários para fazer a irrigação da horta, quantos quilogramas utilizados de adubo e terra. Outra possibilidade é medir as dimensões dos canteiros e, à medida que as plantas forem crescendo, medir também a altura as mesmas, a espessura de seus talos, observar a textura das folhas, etc.

Os alunos poderão desenvolver textos relatando a importância de mantermos uma boa alimentação, com nutrientes necessários ao organismo. Outro caminho é criar um texto sobre hortaliças, as propriedades medicinais das mesmas e a forma como gostam de consumi-las, se em chás, sanduíches ou saladas.

E quando a horta estiver bem montada, com as plantas em tamanhos já adequados para serem colhidas, os alunos poderão desenvolver receitas culinárias de saladas, sanduíches, tortas salgadas e sucos que poderão ser degustados na hora do lanche. É interessante também que convidem uma turma para compartilhar esse momento de descontração e prazer.

 Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

 Veja Mais!
Caixa Surpresa e Tátil
Recurso Didático Eficiente

Orientações - Educador - Brasil Escola

  • terça-feira | 07/05/2013 | zeneide pereir...

    Gosto de adquerir novos conhecimentos através de colegas experientes. Abraços.

Brasil Escola nas Redes Sociais