Cadastre-se

Dramatização como instrumento de ensino


O teatro na escola promove a socialização dos alunos.

No mundo globalizado e repleto de informações, a escola deve disponibilizar atrativos aos alunos de modo que os mesmos consigam assimilar os conteúdos propostos.

Hoje existem dezenas de teorias, metodologias, estratégias de ensino, todas bem intencionadas, porém nem todas eficazes. Dentre as inúmeras estratégias podemos destacar uma que contribui não somente no sentido de aprendizagem, mas também na socialização dos alunos, estamos referindo à dramatização.

A dramatização na escola tem como finalidade buscar a participação, o estimulo, convívio social, além do crescimento cultural e da linguagem oral e corporal. Esse tipo de atividade pode ser usada em todas as etapas do ensino e disciplinas curriculares. Na maioria dos casos geram bons e satisfatórios resultados, desde que tenha um bom acompanhamento.

Para a consolidação desse tipo de trabalho é necessário percorrer algumas etapas, dessa forma, as principais são:

1- Escolha do tema e sua viabilidade de inserção na modalidade de trabalho.

2- Composição dos grupos.

3- Estabelecer um objetivo a ser alcançado com a apresentação da dramatização.

4- Formação e elaboração do roteiro de acordo com cada grupo, tais como definição do tipo da peça, produção de textos, fala dos personagens, diálogos entre outros componentes relacionados.

5- Confecção do cenário, das roupas, instalação de som, luz dentre outros recursos audiovisuais que se julgam necessários.

6- Ensaio/Apresentação.

7- Apresentação do teatro com a participação de todos os alunos e preferencialmente com a presença de pessoas de outras salas e professores.

A dramatização ou apresentação teatral na escola é de grande valia, isso porque possibilita uma melhor compreensão dos conteúdos, além de promover uma socialização, aumento da criatividade, memorização entre outros fatores positivos na construção do conhecimento.

Ao recorrer a esse tipo de trabalho o professor terá a oportunidade de avaliar a postura de cada aluno, especialmente ligados ao comportamento desenvolvido coletivamente ou individual. Atividade com essa atrai os “alunos problemas”, pois muito deles possuem potenciais nesse seguimento, e que devem ser explorados.

Por Eduardo de Freitas
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador

  • sexta-feira | 03/10/2008 | joice

    é 100%

Brasil Escola nas Redes Sociais