Cadastre-se

A avaliação do aluno


A importância da avaliação contínua.

O aluno passa por um processo de avaliação constante durante o período escolar. Atualmente ainda existem educadores que consideram o momento da avaliação somente ao aplicar as tão antigas “provas”. O educador que está sempre em busca do crescimento profissional, sabe que na realidade é tudo bem diferente.

Você enquanto educador, já parou para pensar o que engloba a avaliação e o porquê de se avaliar um aluno?
Pois bem. Eis a questão a se refletir, educadores!

Em uma concepção pedagógica mais moderna, a educação é concebida como experiência de vivências múltiplas, agregando o desenvolvimento total do educando. A avaliação do processo de ensino e aprendizagem é contínua, cumulativa e sistemática na escola, com o objetivo de diagnosticar a situação de aprendizagem de cada aluno, em relação à programação curricular.

A avaliação não deve priorizar apenas o resultado ou o processo, mas a prática de investigação, mas deve também, questionar a relação ensino-aprendizagem e buscar identificar os conhecimentos construídos e as dificuldades de uma forma dialógica. Os erros são tidos como pistas que demonstram como o aluno está relacionando os conhecimentos que já possui com os novos conhecimentos que estão sendo adquiridos, admitindo uma melhor compreensão destes.

Ao avaliar um aluno, é possível verificar o que os alunos conhecem sobre um determinado conteúdo, orientando o professor de forma que possa planejar as atividades de acordo com as dificuldades dos alunos. Tal procedimento favorece o avanço de cada um deles durante o ano letivo.

A avaliação inicial é fundamental em qualquer disciplina e o ideal é que o professor coloque o aluno em contato direto com o conteúdo a ser ensinado, proporcionando a ele mobilizar e utilizar seus conhecimentos. 
É papel também do professor, conhecer seus alunos evitando que venha ensinar o que elas já sabem ou até mesmo ensinar o que não são capazes de entender. Ou seja, é uma questão complexa que deve ser tratada com bastante cautela.

Considera-se que uma das melhores maneiras de se avaliar um aluno inicialmente, é propondo a ele uma situação – problema, no qual ele irá vivenciar o momento e buscar uma forma de resolver dentro dos limites de seus conhecimentos.
É fundamental que o educador tenha domínio da heterogeneidade de conhecimentos existentes em sua turma, pois através desta referência, poderá elaborar estratégias de ensino, bem como poder acompanhar a evolução coletiva e individual de suas turmas.

Por Elen Campos Caiado
Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Orientações- Educador - Brasil Escola

  • quinta-feira | 27/05/2010 | Vê

    O presente Texto é riquíssimo e nos traz informações que só tem a somar a nossa apredizagem cotidiano.

  • sexta-feira | 20/11/2009 | iolanda

    TENHO MUITA DIFILCUDADE NESSE PROCESSO

  • segunda-feira | 27/07/2009 | Suzana Nery Ol...

    Excelente essa visão de avaliaçaõ, na minha opinião é tirar a venda e valorizar as aptidões de cada um, oferecendo um suporte as dificuldades dos alunos, fomentando o gosto de estudar. O governo Federal está de parabéns com todos os seus projetos grandiosos. Sei também que é necessária a descentralização e por isso o Governo Federal deixa a cargo dos Estados e Municípios, o maior problema na minha opinião é que a grande maioria ainda não compreendeu a proposta e não executa os projetos como manda a lei, ou seja, em alguns municípios os professores são despreparados e quando vem a capacitação vem por indicação, serve de cabide de emprego, portanto são pessoas sem qualificação que vai preparar esses educadores. É o desafio não é pequeno, mais juntos conseguiremos. è a primeira vez que estou 90% satsfeita com um presidente. Parabéns Lula

Brasil Escola nas Redes Sociais