Cadastre-se

Afetividade no Contexto Sala de Aula


Alguns valores como: sentir a presença do outro, sentir-se bem, perceber o olhar,
o abraço, compreender o olhar das crianças devem ser resgatados na escola.

Segundo Libâneo, os aspectos sócio-emocionais cooperam para a relação professor-aluno. Esses, de acordo com o autor, referem-se aos vínculos afetivos entre professor e alunos, bem como às normas e exigências objetivas que regem o procedimento dos alunos.

Vale ressaltar que a afetividade a qual o autor assinala, não refere-se ao carinho do professor para com determinada criança. Mas uma afetividade voltada para a relação do professor em relação ao contexto grupal, de forma que o professor adote uma postura afetiva e positiva com o mesmo, onde exerça sua autoridade (não autoritarismo).

De acordo com Gadotti, alguns valores que até então são interditados na escola devem ser resgatados, tais como: sentir a presença do outro, sentir-se bem, perceber o olhar, o abraço, compreender o olhar das crianças.

As boas inter-relações promovem um ambiente mais agradável e com isso possibilitam a oportunidade de um processo de ensino aprendizagem mais eficaz. Boas relações se manifestam por meio de diálogo, troca, paciência, compreensão, tolerância.

Contudo, a questão das regras em sala de aula também é importante para a organização, assim como em qualquer outro contexto de convivência.

Por Patrícia Lopes
Equipe Brasil Escola

Orientação Escolar - Educador - Brasil Escola

  • sábado | 05/04/2014 | alba freitas

    Maravilhoso.

  • quarta-feira | 23/09/2009 | Rudimara Rebelato

    Acredito na importância da afetividade nas escolas. Sinto que muitas crianças se fecham para o relacionamento com o professor ou a "autoridade". É mais importante a relação com os colegas. É difícil chegar até elas.

Brasil Escola nas Redes Sociais