Cadastre-se

Solidariedade na Escola


Atividades escolares devem promover a formação social do sujeito

A solidariedade é dos princípios que trabalha a formação humana do sujeito, visando a integração dos sujeitos, a harmonia de suas relações sociais.

Visando trabalhar as atitudes que permeiam os processos educativos, bem como os sentimentos do grupo envolvido nesse processo, a escola deve promover atividades que auxiliem as relações pessoais através de vivências que levem à compreensão da realidade.

Para trabalhar a autoajuda, é importante que os alunos saibam quais as suas necessidades enquanto pessoas. Trabalhar o eu é uma forma de fazê-los enxergar os outros, gradativamente.

Cada criança ou adolescente poderá montar um cartaz, em uma folha de papel criativo, mostrando uma virtude que queira alcançar ou aprimorar. É bom estabelecer um prazo para que a meta seja cumprida, a fim de objetivar melhor os caminhos percorridos.

Além do cartaz, as discussões acerca dos mesmos deverão ser propostas na prática educativa, mostrando quais os melhores caminhos para se alcançar o desejado. O professor deverá discutir com o grupo sobre o empenho de cada um em atingir a meta, quais as dificuldades encontradas e as conquistas adquiridas. Dessa forma, os alunos aprendem a refletir sobre suas condutas, respeitar as opiniões dos outros, além de se mobilizarem com os sentimentos distintos.

Cuidar de uma horta é uma excelente atividade onde se trabalha os aspectos da coletividade, da solidariedade nas tarefas em grupo, além de trabalhar elementos da natureza, ciências, hortaliças e leguminosas, boa alimentação, etc.

O importante dessa atividade é dividir as tarefas, para que todos se sintam importantes e capazes de produzir, que valorizem a natureza como integrante de sobrevivência da vida humana.

Para atingir bons níveis de discussão e circulação do conhecimento na sala de aula, o professor pode propor que os alunos pesquisem sobre assuntos do próprio interesse a fim de trocarem informações. As discussões levam conhecimento sobre aquilo que é bom ou ruim, correto ou errado para a vida do homem.

Ajudar ao próximo é um excelente exercício para a autoestima do aluno. Trabalhos coletivos, como ajudar o outro em sua dificuldade, é uma forma de reforçar o aprendizado e perceber o quanto podemos ser úteis para a formação de uma pessoa do nosso convívio, bem como as mesmas são importantes para nós quando necessitamos.

Esses exercícios de solidariedade proporcionam a integridade do grupo, relações mais harmoniosas no cotidiano da sala de aula, além de autoestima favorecida em todo o grupo, inclusive do professor.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja Mais!
Pedagogia da Sensibilidade
A importância das relações afetivas no processo de desenvolvimento cognitivo

Orientações - Educador - Brasil Escola

  • quarta-feira | 05/03/2014 | fabricio

    legal me ajudou a fazer o meu trabalho

  • segunda-feira | 02/01/2012 | marildete gome...

    òtimo, gostei muito, pois estou fazendo o meu estágio com o tema solidariedade.Sou acadêmica do curso de letras da UNEMAT de tangará da serra mt.

  • sexta-feira | 17/09/2010 | lúcia

    muito bom seus textos...

Brasil Escola nas Redes Sociais