Cadastre-se

Semana do piolho


O método da catação é, ainda, o mais eficaz no combate aos piolhos.

A pediculose é a infestação causada pelo piolho: um inseto pertencente ao gênero Pediculus, que pode habitar nossas cabeças ou, em casos mais raros, outras regiões do corpo, alimentando-se de sangue.

Uma única fêmea de piolho é capaz de colocar 250 ovos durante sua vida, que dura aproximadamente três semanas. Estes, denominados lêndeas, ficam firmemente presos aos fios, e eclodem em mais ou menos uma semana, já se alimentando de sangue.

Convivendo com nossa espécie há pelo menos 5000 anos, os piolhos foram responsáveis por um grande número de mortes na Europa e Ásia, ao transmitirem, por meio de suas fezes, uma bactéria chamada Rickettsia prowazekii, causadora do tifo. Febre recorrente, transmitida pela Borrelia recurrentis, e febre das trincheiras (por Bartonella quintana), são outras doenças que estes são capazes de transmitir.

Graças às condições de higiene mais favoráveis que a vida moderna nos propiciou, grandes surtos de doenças cujos piolhos são vetores não foram mais registrados. Entretanto, estes insetos continuam causando grande incômodo àqueles que estão infestados, sendo as crianças de idade escolar as principais vítimas.

Além disso, devido à grande coceira que proporcionam, as unhas sujas e feridas causadas ao friccionar as regiões acometidas podem ser porta de entrada de bactérias, fungos e outros micro-organismos, propiciando infecções.

Considerando tais aspectos, o constrangimento que a pediculose pode causar e a grande transmissibilidade do piolho em escolas, principalmente nas séries iniciais; pode ser interessante que os professores e direção organizem a “semana do piolho”, na qual serão discutidos a biologia, comportamento, transmissão e combate a este inseto. Recursos como imagens, informações científicas, desmistificação de informações como “piolho só habita cabeças sujas”, dentre outras estratégias poderão ser abordadas.

Ao final desta, pode ser promovido um momento de vistoria e catação de piolhos nos alunos.
Descrição
Criação de uma semana para debate sobre um problema comum nas escolas, em séries iniciais.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

 

Veja mais!
Informações sobre o piolho e formas eficazes de combatê-lo

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais