Cadastre-se

Rótulos de alimentos: como aprender com eles?


Você compreende um rótulo de alimentos?

Você já reparou que praticamente todo alimento que você compra no supermercado vem com rótulos informando sobre o valor nutricional do produto? Mas será que todo mundo tem conhecimento do por que do rótulo?

O que vamos apresentar aqui não é uma simples sugestão de aula, mas uma receita de saúde. Alunos em idade escolar são os principais alvos da obesidade infantil, refeições irregulares ao lado de alimentos calóricos como sanduíches, por exemplo, fazem deles gordinhos em potencial.

O principal objetivo deste conteúdo é oferecer uma educação diferencial, que atende não só o conteúdo escolar, mas ensina para a vida, aliás, este tem sido um papel da escola nos últimos anos.

Os valores nutricionais de alimentos é um assunto que pode ser abordado desde o Ensino fundamental até o Ensino Médio. Se a aplicação for como matéria complementar ao Ensino de Química, uma dica é relacioná-la com o conteúdo de Química Orgânica: compostos orgânicos. A identificação dos grupamentos funcionais presentes na estrutura química dos alimentos (lipídios, proteínas, entre outros).

A tarefa de casa para os alunos será trazer rótulos de diferentes alimentos.

Comece a aula expondo a origem dos rótulos:
No Brasil, a rotulagem nutricional de alimentos embalados é regulamentada pela Resolução nº 360 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (FAO/OMS, 2003).

Rótulo padrão recomendado:

Valor Calórico: 2.000 (kcal)
Carboidratos: 300 (g)
Proteínas: 75 (g)
Gorduras totais: 55 (g)
Gorduras saturadas: 22 (g)
Fibra alimentar: 25 (g)
Sódio: 2,4 (mg)

*Quantidade por porção %VD

Mas qual a função destes compostos em nosso organismo? Aplique este conhecimento aos alunos fornecendo as informações abaixo:

valor energético (calórico) = energia que a porção do alimento fornece.
carboidratos = responsáveis pelo fornecimento de energia que nosso corpo precisa para realizar as atividades físicas e mentais.
proteínas = têm função reparadora, de cicatrização e fabricação de tecidos.
gorduras totais = somatória de todas as gorduras contidas no alimento, entre as funções se destaca a composição das membranas celulares e manutenção do equilíbrio térmico do organismo.
gorduras saturadas = tipo de gordura necessária em pequenas quantidades. Quando consumidas em excesso, podem causar obesidade, câncer e doenças cardiovasculares.
fibra alimentar = contribuem para o bom funcionamento do intestino.
sódio = participa da condução dos impulsos nervosos e contrações musculares. Quando consumido em excesso, pode causar hipertensão.

% VD (Valor Diário de Referência): é o percentual que a porção do alimento atende do Valor Diário utilizado como Referência para a rotulagem.

O intuito dos rótulos é conscientizar o consumidor sobre a necessidade de uma dieta que atenda as necessidades diárias, aconselhe seus alunos a consultar um nutricionista e pedir que elabore um cardápio obedecendo a este princípio, de modo que supra as necessidades individuais.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais! 

Consciência alimentar na escola

Análise de gordura da margarina light

Química - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • terça-feira | 27/08/2013 | ildete

    boa ideia

Brasil Escola nas Redes Sociais