Cadastre-se

Resolvendo exercícios de Fusos Horários

Resolver exercícios de fusos horários em sala pode ser mais simples do que se imagina, basta o professor ensinar quatro passos para os seus alunos.

O cálculo dos fusos horários é muito importante para se ter uma noção exata das diferenças de horário
O cálculo dos fusos horários é muito importante para se ter uma noção exata das diferenças de horário

Um dos conteúdos mais desafiadores para o professor de Geografia em sala de aula certamente é o de fusos horários, sobretudo quando o educador se depara com o seguinte tipo de exercício para resolver com os alunos:

Uma pessoa se encontra no ponto A, localizado no fuso -4GMT, e realiza uma ligação às 10h da manhã para outra pessoa localizada em um ponto B, no fuso 3GMT. A que horas a pessoa localizada no ponto B atendeu a ligação?

Para resolver esse tipo de questão em sala, é preciso que o professor tenha ministrado uma aula prévia sobre fusos horários e também sobre coordenadas geográficas para que os alunos tenham noções de longitude e sobre a metodologia de elaboração dos fusos horários. Caso eles estejam com dificuldade, revise o conteúdo.

Lembre-os de que a Terra foi dividida em 24 fusos horários, de forma que a cada 15º de longitude, temos um fuso que equivale à uma hora. Revise também que o Meridiano de Greenwich é o marco inicial (fuso horário 0GMT), assim todos os fusos que se encontram a oeste são negativos e todos os que se encontram a leste são positivos. Se possível, faça o esquema abaixo no quadro:

-12 -11 -10 -9 -8 -7 -6 -5 -4 -3 -2 1- 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Para colocar esses conhecimentos em prática, trabalhe os exercícios de fusos horários utilizando exemplos para demonstrar sua resolução em quatro simples passos. Vamos exemplificar utilizando o exercício colocado no início deste texto.

1º passo: localizar a posição dos fusos

Cidade de origem da ligação: -4GMT (quarto fuso horário a oeste de Greenwich)

Cidade de destino da ligação: 3GMT (terceiro fuso horário a leste de Greenwich)

2º passo: calcular a diferença entre os fusos

Este passo é importante quando os alunos não possuem um mapa à disposição, como é o caso deste exercício. Dessa forma, utilize a seguinte regra:

Fusos com sinais diferentes (hemisférios distintos): apaga os sinais e soma

Fusos com sinais iguais (mesmo hemisfério): apaga os sinais e subtrai

No caso desse exercício, os fusos são de sinais diferentes, então deve ocorrer uma soma:

4 + 3 = 7 (a diferença entre o ponto A e o ponto B é de 7 fusos).

3º passo: Descobrir se soma ou subtrai o horário inicial

Sabemos que a diferença entre os dois pontos é de 7 horas, mas são 7 horas a mais ou sete horas a menos que o horário de origem? Para descobrir, basta fazer o esquema abaixo:

Oeste (-) -4 -3 -2 -1 0 1 2 3 Leste (+)

Se o deslocamento for em direção a leste, somam-se os horários.

Se o deslocamento for em direção a oeste, diminuem-se os horários.

No caso desse exercício, o descolamento é para o leste, então os fusos se somam.

4º passo: Calcular os horários

10h (hora inicial) + 7h = 17h.

A pessoa localizada no ponto B atendeu a ligação às 17h.

Existem outros exercícios que mostram as coordenadas em longitude (graus) e não em fusos, como no exercício acima. Além disso, algumas questões podem tratar de deslocamento em viagens. Vamos resolver mais um exemplo.

Uma pessoa, localizada em Brasília, a 45º de longitude oeste, fez uma viagem de avião com 15h de duração para Dubai, a 60º de longitude leste. Considerando que o avião partiu às 6h da manhã, qual foi o horário da chegada?

Para resolver esse exercício, durante o 1º passo, é preciso converter as longitudes em fusos. Para isso, basta dividir por 15.

1º Passo: localizar a posição dos fusos

Cidade de Origem (Brasília): -45º ÷ 15 = -3GMT (lembre-se de que Brasília está a Oeste, então o fuso é negativo!).

Cidade de Destino (Dubai): 60º ÷ 15 = 4GMT

2º Passo: calcular a diferença entre os fusos

Fusos com sinais diferentes: apaga os sinais e soma

3 + 4 = 7GMT (de Brasília a Dubai são 7 fusos de diferença)

3º passo: descobrir se soma ou subtrai o horário inicial

Dubai está a leste de Brasília, ou seja, soma-se a hora inicial com a diferença entre os fusos. Caso haja dúvida, repita o esquema da questão anterior.

4º passo: calcular os horários

6h (horário do embarque) + 7h = 13h

Mas, espere! Essa ainda não é a resposta. Aqui, descobrimos apenas que, quando o avião saiu de Brasília, eram 13h em Dubai. É preciso somar também o tempo da viagem:

13h + 15h = 28h

Como o dia só possui vinte e quatro horas diminua por 24:

28h – 24h = 4h

Resultado: o avião chegou a Dubai às 4h da manhã do dia seguinte.

Procure repetir os exercícios para que seus alunos assimilem. Observe que esses passos servem para calcular TODOS os tipos de exercícios referentes a cálculos de fusos horários. Tente não fazê-los decorar, utilize macetes, brincadeiras ou crie músicas para instigá-los a realizarem os exercícios de forma leve e descontraída. Apesar dessa longa explicação, os exercícios são rápidos e fáceis de fazer quando temos os quatro passos em mente.


Por Rodolfo Alves Pena
Graduado em Geografia

  • quinta-feira | 10/04/2014 | carla meneses

    Boa tarde!! No segundo exemplo ( brasilia e dubai) Nao entendi pq no 4passo acrescenta-se 15horas... Como obteve-se esse 15 ?????

  • segunda-feira | 14/04/2014 | Rodolfo F. Alves Pena
    2 0

    Carla, as 15 horas representam o tempo da viagem.

  • quarta-feira | 13/11/2013 | Dalla cardoso ...

    Gostei muito Grande Professor

Brasil Escola nas Redes Sociais