Cadastre-se

Os problemas do capitalismo


O capitalismo agrava a desigualdade social.

O estudo do sistema capitalista é muito importante, por isso quando o professor de Geografia estiver ministrando esse conteúdo é interessante mencionar acerca da crise que o capitalismo atravessa.

O professor deve apresentar os quatro principais fatores que provocam a crise do sistema capitalista, que são: a desigual relação entre capital e trabalho, os problemas ambientais, incremento das desigualdades sociais e a perda de valores humanos.

Quanto à desigual relação entre capital e trabalho, o aluno deve ser informado que isso acontece constantemente, provocado, fundamentalmente, pelas divergências estabelecidas entre os trabalhadores (que almejam melhorias salariais e de trabalho) e os donos dos meios de produção (que insistem em pagar baixos salários, garantindo assim um volume mais alto de seu lucro, promovendo a acumulação de capital).

O educador tem a incumbência de falar sobre a devastação da natureza, destacando que o sistema capitalista busca o lucro constantemente, para isso é preciso explorar os recursos naturais, que abastecem de matérias-primas as indústrias. Porém, na medida em que isso acontece ocorrem profundos impactos em áreas naturais, além disso, os resíduos industriais poluem ar, água, solo, entre outros. Problemas como aquecimento global, são decorrentes do modelo capitalista de desenvolvimento que vigora.

O aumento das desigualdades sociais deve ser exposto pelo professor, que deve explicar que esse processo acontece, principalmente, pela má distribuição de renda. Os capitalistas (donos dos meios de produção) pagam baixos salários, desse modo, conseguem imensas riquezas que se encontram nas mãos de uma restrita parcela da população mundial, enquanto que a maioria possui uma renda que não supre sequer as necessidades básicas.

E por fim, o educador pode propor um debate acerca da perda de valores, destacando que na sociedade capitalista os bens materiais são mais importantes que as pessoas, além disso, um indivíduo é valorizado por aquilo que tem, e não por aquilo que é. Após ter lançado tais informações, é interessante abrir um espaço para debates entre os alunos.
Esse tipo de abordagem é necessário para despertar nos alunos uma consciência crítica a respeito do sistema em questão.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Geografia - Estratégias de Ensino - Educador

Brasil Escola nas Redes Sociais