Cadastre-se

O voto no Brasil


O direito ao voto incorpora as transformações de diferentes contextos históricos.

Qual a importância histórica do voto no Brasil? Para muitos alunos essa é uma questão um tanto difícil de responder. Muitas vezes porque a experiência democrática faz parte do cotidiano de muitos desses alunos. Tendo pouca idade, os alunos não têm a real noção de que as liberdades de escolha não integraram toda a nossa história. Por isso, é interessante demonstrar a eles quando e de que diferentes formas o voto apareceu em nossa história.

Em um trabalho de linha temática, o professor de história pode discutir com seus alunos de que maneira o direito ao voto foi se consolidando em nosso país. Inicialmente, o professor pode destacar como o processo de independência marcou a nossa primeira relação com este instrumento representativo. O governo de Dom Pedro I, sendo apoiado e sustentado pelo interesse dos grandes proprietários de terra, ficou marcado pelo chamado voto censitário.

Neste sistema podemos observar que não era qualquer pessoa que poderia votar no Brasil. Apenas os grandes proprietários de terra poderiam ter direito ao voto. Dessa maneira, o professor pode fazer uma relação entre a nossa situação política e os grupos sociais que tinham poder de influência durante o Primeiro Reinado. Utilizando algum tipo de documento, ou um trecho da constituição de 1824, os alunos seriam instigados a detectar quais os grupos sociais excluídos do nosso primeiro sistema eleitoral.

Outra questão interessante também poder ser pensada caso o professor queira dar maior enfoque à questão da fraude eleitoral. Relatando brevemente o cenário político estabelecido nos primeiros anos da República, o professor poderia falar sobre a questão do voto de cabresto. Utilizando das charges da época, o professor poderia demonstrar como os meios de comunicação impressos foram importantes instrumentos de discussão pública naquela época.

Para realizar uma diferenciação sobre como nos inteiramos sobre a questão política em nosso tempo, o professor pode fechar essa discussão falando sobre o movimento das “Diretas Já !”. Sendo um evento noticiado pelos canais de TV, o professor pode mostrar como esse novo veículo de comunicação foi primordial para que várias pessoas saíssem às ruas reivindicando o amplo direito ao voto. Relatando sobre o fim do regime ditatorial, o professor pode colocar em cena a idéia de que recuperamos o direito ao voto há pouco tempo.

Vislumbrando essas diferentes contextualizações, o aluno pode refletir de que maneiras a questão do voto se transformou no país. Mesmo não sendo suficientemente capaz de resolver todas as questões e problemas do nosso país, o voto não deixa de refletir sobre outros aspectos da nossa História política e social.

Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais