Cadastre-se

Classificação e Nomenclatura dos Seres Vivos | Sugestão de Aula


Aula dinâmica, proporcionando o reconhecimento das características botânicas.

SUGESTÃO DE AULA RELACIONANDA À CLASSIFICAÇÃO E NOMENCLATURA DOS SERES VIVOS

A classificação é um procedimento que o ser humano utiliza para agrupar a grande variedade de objetos, considerando as semelhanças existentes, tornando-os mais fáceis de serem compreendidos.

No nosso dia-a-dia, empregamos constantemente parâmetros de comparação, como por exemplo: grande / pequeno, liso / áspero, rijo / maleável, feio / bonito, cheiro agradável / cheiro desagradável.

Da mesma forma, quando nos referimos aos aspectos biológicos entre as espécies, utilizamos determinados critérios: anatômicos, fisiológicos, comportamentais e até mesmo características moleculares (a genética).

Os cientistas, a partir da proposição formulada por Lineu (Systema Naturae de nomenclatura biológica), instituíram uma forma coerente para iniciar a ordenação da biodiversidade em nosso planeta. Passando por reformulações acompanhando as tendentes descobertas e os avanços tecnológicos.

Assim, a importância da classificação biológica é facilitar a compreensão da enorme variedade de seres vivos existentes.

Níveis taxonômicos:
Reino – Filo – Classe – Ordem – Família – Gênero – Espécie

Reino Animália – todos os animais desde as esponjas até os mamíferos;
Reino Plantae – desde as algas pluricelulares até as angiospermas;
Reino Fungi – todos os fungos;
Reino Protista – algas unicelulares e protozoários;
Reino Monera – Bactérias e cianobactérias.

SUGESTÃO DE AULA

O professor deverá coletar um número significativo de folhas vegetais diversificadas, atendo-se: a forma do limbo, o aspecto da borda foliar, o tipo de nervura, a aspereza e a pigmentação.


O formato do limbo foliar.

Diante os exemplares e aplicação das distintas características observadas, o professor poderá de forma didática, demonstrar aos alunos, alguns critérios básicos disponíveis quanto à sistematização vegetal.

Observação: O professor pode desenvolver essa dinâmica utilizando as espécimes cultivadas nas dependências da escola, ou programar um passeio.

Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais