Cadastre-se

Música


Música – recurso pedagógico para interação em sala de aula

Ao trabalhar a música em sala de aula o professor, além de promover a interação do aluno, cumpre um princípio estabelecido pelos PCN (Parâmetros Curriculares Nacionais).

De acordo com os PCN, a música “é a linguagem que traduz em formas sonoras capazes de expressar e comunicar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio da organização e relacionamento expressivo entre o som e o silêncio. (...) A integração entre os aspectos sensíveis, afetivos, estéticos e cognitivos, assim como a promoção de interação e comunicação social, conferem caráter significativo à linguagem musical.” (...)

A música desperta a sensibilidade, aproxima os alunos e faz com que a aula fique mais prazerosa. É importante que o educador procure melodias que a turma irá se identificar para que os estudantes não fiquem apáticos.

Contudo, expor uma música em sala sem uma didática pré-estabelecida, sem fundamento pedagógico não é interessante. A aula ficará vaga e não vai haver um retorno de aprendizagem mais avançado, que vai além da percepção e da imaginação.

A música é um recurso pedagógico complementar ao que é ensinado e não o único meio de aprendizagem. Para que a musicalidade seja inserida no plano de aula do professor, deve haver uma interação entre conteúdo programático e universo musical.

Primeiramente, é necessário que o professor veja o objetivo pedagógico ao inserir a música em sala de aula: é para promover a aprendizagem em algum aspecto físico, motor ou psicológico do aluno em relação à sua formação escolar?

Não há dúvidas de que o fenômeno musical deve ser presente em sala de aula. Vejamos o porquê: a música reflete o exterior do aluno, é a junção entre sua interpretação individual a respeito de algo universal. Através da música, o estudante reflete, exterioriza o que sente e facilita a sua própria aprendizagem.

Se o educador propuser uma discussão sobre a música, verá o quanto seus alunos se sentirão melhor ao expor o que pensaram e sentiram, e mesmo aquele colega tímido, poderá se sentir mais a vontade em sala ao saber que o problema dele é o mesmo que seu colega também passa.

A música é uma oportunidade de resgatar a harmonia dentro das salas nas relações aluno-aluno e professor-aluno, já que promove a completa interação e identificação humana através da exteriorização dos pensamentos.

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Português - Estratégias de Esnino - Educador - Brasil Escola

  • quarta-feira | 15/01/2014 | RUBENIR ALMEIDA

    A música é um instrumento essencial para o desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes, embora esta verdade já comprovado por estudos é triste observarmos uma carência no próprio sistema educacional, pois a música na educação seria mais significativo te tivesse mais investimento e fosse utilizado com mais frequência nas escolas.

  • quinta-feira | 13/11/2008 | Élide Crisp

    Tenho cinquenta anos, portanto sou do tempo que música fazia parte do curriculo escolar, tínhamos ótimos professores que nos davam inciação musical, interpretação de músicas eram aulas deliciosas, sinto que minhas filhas ficaram sem essas aulas e outras de arte, a escola pouco ou quase nada ofereceu de em matéria de ARTE, mas creio que não é a introdução de música em outras disciplina que seria o mais indicado, mas a volta da disciplina música e outras artes, e matérias que levem os alunos a algum lugar que não seja o maldito vestibular, mas um preparo para vida adulta, para um emprego, uma vida útil e não mais criarmos bebezões com mais de vinte anos agindo como criançinhas pré-escolares se aprontando e indo para a escolinha!!! Será que já não chega de ensinar tanta bobagem só para passar em vestibular.Quanto tempo perdido nas escolas, quanto dinheiro gasto com professores que poderiam ser dispensados para que os alunos pudessem reamente ocupar seu tempo com o preparo para o futuro. Estamos de olho, já existe alguns pais que não querem simplesmente entregar seus filhos no portão da escola e pegá-los, já se questiona :Será que vale a pena levar nossos filhos na escola todos os dias, que diferença isso fará? É inadimissível que se eduque sem arte e sem preparo profissional para o futuro, só para vestibular!

Brasil Escola nas Redes Sociais