Cadastre-se

Montando um terrário

É possível estudar e observar as alterações que ocorrem em um ecossistema através de um terrário, que pode ser montado pelos próprios alunos.

Através de um terrário é possível trabalhar com os alunos a importância do equilíbrio de um ecossistema
Através de um terrário é possível trabalhar com os alunos a importância do equilíbrio de um ecossistema

Damos o nome de ecossistema ao ambiente em que há interação entre os seres vivos que ali habitam e o meio. Há vários tipos de ecossistemas, que podem ser de diversos tamanhos, como um pequeno lago ou a floresta Amazônica.

Nos ecossistemas há um perfeito equilíbrio entre os fatores bióticos e abióticos que o compõem. Os fatores bióticos são os seres vivos que habitam no ecossistema, desde animais predadores até fungos e bactérias que decompõem os restos de plantas e animais mortos. Entre os fatores abióticos podemos citar a água, pH, temperatura, rochas, lama, entre tantos outros.

Em um ecossistema, sempre há três tipos de organismos: produtores, consumidores e decompositores. Eles mantêm o constante equilíbrio do ecossistema.

É muito importante frisar a relação que os seres humanos andam tendo com os ecossistemas em geral. A partir desse assunto, o professor pode abordar diversos temas, como a poluição das águas, dos solos, do ar, etc. É interessante que os alunos pesquisem e vejam o desequilíbrio dos ecossistemas provocado por atitudes inconsequentes dos homens, e quais serão as consequências dessas atitudes.

Para isso, o professor, com a ajuda dos alunos, pode montar um terrário em sala de aula como exemplo de um ecossistema.

Material para montagem do terrário

- 1 recipiente grande, de preferência de vidro, com boca larga e tampa (pode ser um aquário);
- Cascalho;
- Carvão vegetal triturado;
- Pó de xaxim ou húmus;
- Folhas secas trituradas (podem ser substituídas por húmus);
- Terra;
- Plantas de espécies que não cresçam muito;
- Massa de vidraceiro;
- Água;
- Regador;
- Termômetro;
- Fita-crepe.

Como montar o terrário

- No fundo do aquário, coloque 4 cm de cascalho;
- Cubra o cascalho com carvão vegetal triturado, pois ele absorve os gases que podem se formar;
- Por cima da camada de carvão vegetal, coloque uma camada de pó de xaxim com as folhas secas trituradas;
- Em seguida faça a última camada com a terra;
- Faça pequenas covas na camada de terra e plante as plantinhas;
- Com um pedaço de fita, pregue o termômetro no lado de dentro do aquário, de forma que a escala fique visível do lado de fora;
- Com o regador, deixe que a água escorra pelas paredes internas do aquário até o fundo;
- Depois que colocar a água, tampe o aquário e lacre-o com a massa de vidraceiro;
- O ecossistema está pronto.

Depois de pronto, coloque o terrário em algum lugar que seja de fácil acesso para os alunos, pois eles terão de checar as suas condições diariamente. É necessário que toda e qualquer alteração dentro do terrário seja anotada no caderno.

Algumas questões podem ser levantadas com os alunos, tais como:

  1. De onde provém a água e os sais minerais que as plantas utilizam?
  2. Como a água usada pelas plantas é reposta no terrário?
  3. De onde vem o CO2 que as plantas usam no processo da fotossíntese?
  4. De onde vem o O2 que as plantas usam em sua respiração?
  5. Como ocorre o ciclo da água nesse ecossistema? Esquematize-o.
  6. Monte a cadeia alimentar observada no terrário.


Paula Louredo
Graduada em Biologia

Brasil Escola nas Redes Sociais