Cadastre-se

Mitose na raiz da cebola


A raiz da cebola é um excelente material para visualização da mitose.
Interfase, prófase, metáfase, anáfase e telófase, respectivamente.

Esta proposta de atividade tem como objetivo a observação da mitose em células da raiz da cebola, com auxílio do microscópio. A atividade permitirá que seus alunos compreendam as características desse evento, observem as peculiaridades de cada uma das fases e analisem a célula vegetal, visualizando, por exemplo, a lamela média.

Materiais necessários:

- microscópio óptico.
- cebola.
- béquer com água (ou copo)
- palitos de dente.
- bisturi, gilete ou estilete.
- placas de petri.
- lâminas e lamínulas.
- pedaços de papel filtro.
- água destilada.

Soluções:

- Ácido clorídrico + álcool absoluto (1:1).
- Álcool acético: Álcool absoluto + ácido acético (3:1).
- Orceína acética: 1g de orceína + 55 mL de água + aquecimento + 45 mL de ácido acético absoluto.

Procedimentos:

1. As raízes antigas das cebolas ou suas extremidades devem ser retiradas com auxílio da gilete ou bisturi. O local que sofreu a incisão deve ficar em contato com a água do béquer e, para evitar que toda a cebola fique mergulhada no recipiente ou que ela bloqueie a entrada de ar, utilizar os palitos de dente.

Sugestão: Esta etapa pode ser feita pelo professor, técnico de laboratório ou desenvolvida com os alunos, três ou quatro dias antes da observação das raízes. Caso seja necessário preparar as soluções, pode ser analisada a viabilidade de este primeiro momento ser desenvolvido em conjunto, com o professor de Química.


2. No dia da atividade, retirar algumas raízes com a pinça, a partir do bulbo.

3. Mergulhar o material em placa de petri contendo álcool acético. Esse deve permanecer nessa solução por dez minutos.

4. Retirar as raízes com a pinça e lavar com água destilada.

5. Deixar, por cinco minutos, na solução de ácido clorídrico e álcool. Retirar e lavar.

6. Transferir para uma placa de petri com orceína acética. Esta deve permanecer no local por dez minutos.

7. Após esses procedimentos, cortar quantidades razoáveis das amostras.

8. Distribuir o material em lâminas, esmagar suavemente com a ajuda de papel filtro e adicionar lamínula

Após esses procedimentos, peça para que seus alunos observem o material ao microscópio, do menor para o maior aumento.

Solicite que desenhem e identifiquem as fases da mitose visualizadas, e entreguem um relatório na próxima semana.

Importante: Não encerre a aula sem que todos tenham visto todas as fases do processo de divisão celular.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Artigos relacionados

Brasil Escola nas Redes Sociais