Cadastre-se

Futebol e História


O estudo do futebol pode revelar interessantes questões históricas e culturais.

A relação entre a História e o futebol pode ser um interessante item de compreensão da idade contemporânea. De fato, podemos vislumbrar um interessante conjunto de transformações caso nos dedicássemos à compreensão dessa prática que deixou de ser uma competição restrita às elites britânicas e, hoje, movimenta cifras, valores e pessoas em torno do “espetáculo da bola”. Mas como refletir historicamente esse processo?

De acordo com recentes estudos nesta área, o futebol já foi instrumento de propaganda política, interrompeu conflitos militares, influenciou em importantes decisões econômicas, agrupou sentimentos de identidade e interferiu no desenvolvimento da linguagem e da expressão de determinados povos. Levantando esses itens sobre esse “simples” desporto, podemos então assinalar o potencial didático do mesmo em sala.

Para que o professor desenvolva esse trabalho, é interessante oferecer aos alunos algum tipo de material escrito onde os alunos possam perceber como as destinações e implicações do futebol, ao longo do tempo, se modificaram. Por meio de um quadro de resumos, os alunos poderão diferenciar os contextos históricos e especificidades que cercaram a prática do futebol em diferentes países. Podemos sugerir um tipo de levantamento onde possamos comparar, por exemplo, a trajetória deste esporte na Inglaterra, no Brasil e nos EUA.

Ao traçar esse tipo de atividade comparativa, o professor pode dividir a turma em grupos que darão uma explicação sobre os dados levantados e pesquisados em cada diferente contexto histórico. Para que as apresentações tenham bom desenvolvimento, reforce aos grupos a importância de se falar sobre as origens, e os interesses de cada grupo social em que o futebol ganhou espaço. Ao final deste trabalho, monte um painel com os trabalhos de cada grupo.

Depois da reflexão sobre os dados concretos do assunto, uma última atividade entre todos os grupos poderia incitar a troca de conhecimento entre os alunos. Convergindo o conhecimento acumulado nas pesquisas, o professor pode requisitar aos alunos para que criem um “novo futebol” com regras, táticas e técnicas originais ou criadas a partir daquilo que foi pesquisado. Dessa forma, a atividade teria um fim lúdico e, ao mesmo tempo, divertido.

Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais