Cadastre-se

Estimulando uma alimentação saudável entre as crianças

A escola é um meio que contribui para a formação da pessoa, e por isso ela tem o importante papel de conscientizar seus alunos para uma alimentação saudável.

A escola tem um papel muito importante na formação de hábitos alimentares das crianças
A escola tem um papel muito importante na formação de hábitos alimentares das crianças

Uma alimentação saudável é essencial em todas as fases de nossa vida, mas em cada uma delas a alimentação tem uma importância diferente. Quando somos crianças, nossa alimentação é voltada para o crescimento de nossos ossos, pele, músculos e órgãos. Nessa fase brincamos, pulamos, aprendemos a ler e a escrever, entre várias outras coisas, por isso uma alimentação balanceada é imprescindível, pois precisamos de energia necessária para todas essas atividades. É também nessa época da vida que formamos nossos hábitos alimentares, ou seja, que “aprendemos” a gostar ou não de certos alimentos.

A escola tem extrema importância na formação dos hábitos alimentares de seus alunos, e a partir de aulas de culinária o professor pode apresentar vários alimentos às crianças. Com receitas que envolvam alimentos saudáveis, professores e alunos podem provar vários pratos que eles mesmos prepararam. Dessa forma, além de despertar o espírito de equipe nas crianças, ainda desperta sua curiosidade para provar alimentos novos.

Outra forma de despertar a atenção das crianças para uma alimentação saudável é estudando os rótulos dos alimentos. A partir dos rótulos podemos saber o que determinado alimento tem como ingrediente, e se ele realmente é saudável ou não. Por exemplo, peça a seus alunos que levem rótulos de alimentos variados para a sala de aula, e a partir de um rótulo, como o de um biscoito de morango, peça que eles pontuem quantos alimentos com sabor “morango” eles conhecem. Em seguida faça alguns questionamentos, como: “Todos esses alimentos foram feitos com morango?”; “Será que a cor ou o sabor desses alimentos foram feitos em laboratórios químicos?”; “Se eu consumir esse produto, o que estarei consumindo?”; “Esse alimento é importante para o desenvolvimento do meu corpo?”; “Esse alimento é saudável?”. Esses e outros questionamentos podem ser feitos para todos os rótulos, e a partir das respostas dadas pelas crianças o professor pode falar sobre a importância de se consumir alimentos naturais, pois eles possuem inúmeros nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo.

Procurando despertar seus alunos para a alimentação saudável, a escola pode desenvolver um projeto no qual os professores de todas as áreas podem trabalhar. Por exemplo: na História, os professores podem pedir a seus alunos que pesquisem sobre os hábitos alimentares ao longo dos séculos, e o que mudou; qual o país de origem de cada fruta e hortaliça; qual a influência da cultura na produção e consumo de certos alimentos etc.

No português, os professores podem pedir que os alunos confeccionem cartazes sobre alimentação saudável; redações enfatizando a importância de uma dieta alimentar balanceada e os problemas causados pela má alimentação; poemas e poesias sobre alimentação; pesquisa sobre os hábitos alimentares da comunidade em que vivem, entre outras atividades.

Na matemática, o professor pode trabalhar com seus alunos as porcentagens dos alimentos mais consumidos na escola ou comunidade; como medir os ingredientes de uma receita e depois prepará-la na escola; fazer uma pesquisa sobre os índices de subnutrição e obesidade no Brasil, e confeccionar gráficos que representem esses índices etc.

Na geografia, o professor pode trabalhar sobre quais fatores influenciam no crescimento e desenvolvimento de frutas e hortaliças; como as frutas e hortaliças produzidas em uma região são transportadas para outras regiões; qual a influência do clima e do solo na produção das hortaliças e frutas etc.


Por Paula Louredo
Graduada em Biologia

  • domingo | 05/05/2013 | priscxila

    muito saldavel

Brasil Escola nas Redes Sociais