Cadastre-se

Ensinando medidas para crianças da educação infantil

Ensinar os alunos, desde a educação infantil, a medir facilita o ensino da matemática e de outras disciplinas, como por exemplo, ciências. Quando trabalhamos qualquer conteúdo com crianças, principalmente da educação infantil, é preciso colocá-lo em prática, ou seja, mostrar que em situações simples do dia-a-dia o encontramos, assim o estudo fará sentido para os pequenos.

Como relacionar as medidas com o cotidiano dessas crianças? Com certeza não é uma tarefa muito fácil, mas que facilita a compreensão. No estudo das medidas não é interessante trabalhar já de início as unidades de medidas, como metro, quilogramas, litros, horas. É preciso, num primeiro momento, aplicar a comparação, ou seja, comparar objetos fazendo a relação de maior ou menor, utilizando como unidade e instrumento de medidas o palmo ou outro objeto qualquer, como um lápis.

Trabalhando dessa forma os alunos irão perceber que só será possível dizer se algo é menor ou maior que outro se fizer uma relação, ou seja, um lápis é menor se pegarmos como referência um caderno e já seria maior se fosse comparado com uma borracha.

O próximo passo é questionar os alunos no seguinte fato: os instrumentos que utilizamos para medir os objetos podem possuir tamanhos variados, por exemplo, o tamanho de um palmo varia de pessoa para pessoa. Assim, os alunos irão entender que é preciso ter um instrumento próprio para medir, tanto o comprimento, como a massa, a capacidade e o tempo.

Na seqüência, a professora deve apresentar aos alunos esses instrumentos (pode ser feito com imagens). Escolha um tipo de medida e leve alguns instrumentos para que os alunos aprendam a manuseá-los. É aconselhável que comece pela medida de comprimento, pela facilidade de manuseio dos instrumentos.

Nesse momento o professor deve pedir que eles escolham entre a régua, a trena, a fita métrica (instrumentos mais conhecidos para medir comprimento) para medir todos os objetos que mediram antes com o palmo e com o lápis. Nesse momento não é necessário que eles aprendam a fazer a relação entre centímetro e metro. E sim, que dêem valores numéricos às medidas.

Com o desenvolver da atividade a professora deve explicar quais são as unidades de medidas de comprimento. Assim, poderá prosseguir com o conteúdo, apresentando outras medidas como a de tempo, que pode ser trabalhada com o auxílio de um calendário ou de um relógio.

A aplicação desse tipo de atividade já foi testada por vários professores da educação infantil e todos aprovaram, os alunos aprenderam a construir e reproduzir objetos após o contato com o conteúdo apresentado dessa forma.


Por Danielle de MIranda
Graduada em Matemática
Equipe Brasil Escola

Metemática - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais