Cadastre-se

Comentário Crítico-Reflexivo nos trabalhos manuscritos


A pesquisa na internet feita da maneira correta produz ótimo resultado em sala de aula.  

O trabalho manuscrito é uma boa opção para a pesquisa escolar hoje em dia. Principalmente na investigação feita em casa, porque sabemos que o acesso aos conteúdos escolares está mais facilitado através da internet.

A web é muito importante para a pesquisa escolar, já que sustenta diversos conteúdos diferenciados. Porém, a tendência é de que o aluno não produza um texto a partir dos quais leu na internet e sim, imprima o que melhor lhe atende. Então, é preciso que o professor comece a nortear outros métodos de se trabalhar a pesquisa.

Uma dica prática que tem um resultado extraordinário em face desse problema é propor ao aluno uma crítica reflexiva ao final do trabalho.

Inicialmente, para uma primeira aula, o professor discute com os alunos o que é crítica e como ela pode ser reflexiva, construtiva. A turma irá observar o quão importante é formular críticas a respeito de algum assunto ou de alguém, contudo, com análises reflexivas, com a intenção de levantar sempre os pontos positivos e apreciar com comedimento os negativos. Dessa forma, o estudante poderá levantar sugestões para a melhora de determinado aspecto e alçar novas possibilidades de outros.

Após essa discussão a respeito do conceito de crítica reflexiva, o professor propõe para a sala uma pesquisa sobre algum conteúdo da grade curricular da série. No entanto, é melhor que o trabalho seja sobre uma matéria que será estudada, porque assim, o aluno constrói antecipadamente a sua própria reflexão a respeito do tema e poderá discutir com os colegas sobre seu ponto de vista e trocar experiências.

A pesquisa proposta deverá ser manuscrita, contudo, o aluno não poderá simplesmente copiar o que leu, mas fazer seu próprio resumo de, no mínimo, 15 linhas e no máximo 30, dependendo do assunto.

Ao final do trabalho o aluno fará um novo item chamado “Comentário Crítico-reflexivo” ou “Minha crítica construtiva”. Neste item o estudante discorrerá em no mínimo 10 linhas e no máximo 15 linhas uma análise a respeito do que leu, sem exposições de idéias gerais, como: é muito legal, foi muito interessante, muito bom esse artigo, etc. Os comentários deverão ser particulares e embasados no texto escrito.

O aluno que obedecer aos requisitos ganhará pontuação máxima no comentário e no resumo, independente da opinião que tenha exposto, pois o educador deverá ser imparcial na leitura de cada trabalho.

Importante: O professor deverá ler todos os trabalhos, por esse motivo o número de linhas do comentário e do resumo é restrito.

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Português - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais