Cadastre-se

Os Centríolos | Sugestão de Aula


O aspecto organizacional dos microtúbolos que formam os centríolos
e sua atividade celular relativa ao movimento ciliar.

SUGESTÃO DE AULA RELACIONADA À ORGANIZAÇÃO E À FUNÇÃO DESEMPENHADA PELOS CENTRÍOLOS

Após preliminar apresentação do conteúdo, o professor deverá iniciar sua explicação caracterizando o que vem a ser essa organela citoplasmática, evidenciando sua estruturação básica, além de exemplificar alguns tipos de células nos quais são encontrados os centríolos.

Principais pontos de referência utilizados como orientação do educador durante o esclarecimento:

→ Organismos que possuem centríolos no interior de suas células.
Exemplo de onde são encontrados: nos animais, nas algas, nos protistas, e alguns vegetais (briófitas, pteridófitas, em algumas gimnospermas e ausentes nas angiospermas).

→ Localização, organização e disposição dos centríolos no interior das células.
Estão presentes em uma região denominada centrossomo, formados por proteínas globulares (alfa e beta), compondo os microtúbulos unidos entre si por braços de dineína. Em sua configuração forma um arranjo cilíndrico com nove conjuntos contendo três microtúbulos, podendo possuir dois pares centrais, conforme a atividade funcional.

→ Entre as funções realizadas pelos centríolos, de primordial ênfase aos alunos, podem ser citadas:

- Participação dos centríolos durante o período de divisão celular, formando as fibras do fuso e do áster, possibilitando um ponto de apoio interno à célula, colaborando com a separação dos cromossomos homólogos e cromátides irmãs;

- Formação dos cílios e flagelos responsáveis pela captura de alimento e deslocamento de organismos em meio fluido, por exemplo, o paramecium (ciliados) e as euglenas (flagelados).

Por Krukemberghe Fonseca
Graduado em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais