Cadastre-se

As explicações para os mistérios da Terra segundo a mitologia


Essa é a representação da formação da Terra de acordo com os mitos egípcios.

Um tema que desperta grande curiosidade nos alunos é a origem da Terra e do Universo, desse modo, quando o professor estiver trabalhando tal conteúdo ele pode inserir informações interessantes, demonstrando para os educandos algumas explicações para a formação de nosso planeta, isso conforme algumas mitologias.

É importante que o professor fale acerca da preocupação que a humanidade sempre teve em explicar fenômenos da natureza e também da formação do universo e da Terra e sua forma (redonda, quadrada, achatada, disco, dentre outras).

O orientador pode começar falando sobre a formação do planeta segundo os indianos antigos, que afirmavam que a Terra era constituída por elefantes sobre as costas de uma tartaruga, essa apoiada em cima de uma cobra enrodilhada. Logo mais, exponha a formação do planeta segundo a mitologia egípcia, para eles a criação do mundo aconteceu a partir da união do deus do mar, deus da terra e deusa dos céus, enquanto que o Sol e a Lua seriam barcos que navegavam em cima do corpo de Nut (deusa dos céus).

Explique também sobre a configuração terrestre conforme os conceitos dos babilônios, que acreditavam que o nosso planeta seria constituído por um navio com os cascos emborcados e que ao seu redor havia um oceano e uma cadeia de montanha, sustentando uma grande cúpula celeste. Nela sucedia as noites e os dias, deslizando na cúpula de um lado para outro.

Na medida em que o professor for expondo tais informações é interessante fazer alguns questionamentos, como por exemplo: perguntar para os alunos se eles conseguem imaginar o mundo de acordo com as mitologias.
A aplicação desse tipo de informação pode levar o aluno a aguçar sua curiosidade sobre o assunto, além de, às vezes, criticar a visão de mundo que os povos do passado tinham. A dica dada tem como objetivo auxiliar o professor a produzir um plano de aula ou acrescentar uma informação, ressaltando que este está propício a receber novas informações de acordo com a visão do educador e do nível de desenvolvimento da turma, servindo assim, de ponto de partida.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Geografia - Estratégias de Ensino - Educador

Brasil Escola nas Redes Sociais