Cadastre-se

Agricultura Orgânica


Agricultura Orgânica

O intenso desenvolvimento tecnológico na agricultura, com a utilização de fertilizantes, agrotóxicos, desenvolvimento de sementes, alimentos transgênicos e mecanização, tem gerado vários problemas de ordem social e ambiental, como por exemplo, a redução de mão de obra no campo, o esgotamento do solo, poluição hídrica, entre outros.

Todo esse processo tem despertado a consciência de parte da população, que em busca de um modelo agrícola que reduza os impactos ambientais, aliado à produção de alimentos mais saudáveis, adere à prática da agricultura orgânica, isso ocorre nos países desenvolvidos, principalmente europeus, mas também em vários países em desenvolvimento.

A agricultura orgânica é uma prática agrícola que adota técnicas específicas, tendo por objetivo a sustentabilidade econômica e ecológica, a maximização dos benefícios sociais, a minimização da dependência de energia não renovável, empregando métodos culturais, biológicos e mecânicos, em contraposição ao uso de materiais sintéticos, a eliminação do uso de organismos geneticamente modificados em qualquer fase do processo de produção, processamento, armazenamento, distribuição e comercialização, e a proteção do meio ambiente.

Atualmente, uma parcela da população está consciente em relação aos problemas ecológicos e muitos têm optado por produtos naturais, no entanto, esses alimentos apresentam preços mais elevados que os tradicionais. As vendas de orgânicos representam apenas uma pequena parcela do total de alimentos vendidos, não mais que 4 a 5%.

No Brasil existem, aproximadamente, 15 mil propriedades certificadas que produzem alimentos orgânicos, 70% delas pertencem a agricultores familiares. O Brasil responde por cerca de 3,77% do consumo mundial.


A participação de crianças em projetos de agricultura orgânica

Dessa forma, ao trabalhar os sistemas de produção agrários em sala de aula, destaque para os alunos os benefícios ambientais, sociais e para a saúde propiciada pela agricultura orgânica. Em seguida, caso haja possibilidade, faça uma horta na escola, sendo os alunos responsáveis por adubar o solo, plantar, regar, limpar e realizar a colheita. Estimule os estudantes a produzirem hortas em suas residências, proporcionando uma alimentação muito mais saudável, sendo os próprios alunos responsáveis pela produção dos alimentos.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia
Equuipe Brasil Escola

Geografia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais