Cadastre-se

Afinal de contas, o que é inseto?


Filme “Vida de Inseto” (John Lasseter; Pixar): inseto com dois pares de patas?

Não são raras as vezes em que a expressão “inseto” se refere a animais que não pertencem a essa classe. Provavelmente isso se dá porque esse grupo é o mais representativo do Filo Arthropoda, fazendo com que as pessoas tendam a generalizar o grupo. Além disso, essa simplificação errônea também pode justificar o porquê do termo também ser empregado ao se referir a animais que podem, pelo menos aparentemente, provocar doenças (exemplo: ratos, baratas e outros insetos...).

Considerando o fato exposto, é importante que seus alunos saibam, de fato, diferenciar os insetos dos não insetos. Para isso, proponho o seguinte:

Em sala, pergunte aos alunos o que são insetos, e peça exemplos. Na medida em que eles forem fornecendo informações, anote-as no quadro.

Quando julgar necessário, passe adiante: sugira que formulem, a partir das informações expostas, o que são os insetos, anotando também no quadro.

Em cima do que for criado, inicie a discussão. Pode ser interessante partir do abrangente para o mais específico, ou seja:

- Grupo dos invertebrados: grupo informal, cuja maioria dos representantes não possui vértebras, e não há a presença de crânio em nenhum deles;

- Grupo dos artrópodes: um filo do reino animal cujos representantes são invertebrados, apresentam o corpo segmentado e com esqueleto externo (exoesqueleto); 

- Grupo dos unirrâmios: subfilo que abriga os diplópodes (piolhos-de-cobra), quilópodes (centopeias e lacraias) e insetos;

- Grupo dos insetos: classe cujos representantes possuem o corpo dividido em cabeça, tórax e abdome; três pares de pernas; e um par de antenas. Somente essa classe de artrópodes possui representantes com asas, mas nem todos os artrópodes apresentam tal estrutura.

Partindo desse último conceito, mostre aos alunos imagens de insetos e de alguns animais que costumam ser erroneamente classificados como tal. Peça para que digam se são ou não pertencentes a essa classe.


Caracol é inseto?



Não! Ele não possui esqueleto externo...

---------------------------------------------------------------------------

Rato é inseto?



Não! Ele é um vertebrado, e insetos são invertebrados!

---------------------------------------------------------------------------

Joaninha é inseto?



Sim! Pela foto, dá para notar que ela possui asas, um par de antenas e três pares de patas!

--------------------------------------------------------------------------

Escorpião é inseto?



Não! Ele possui quatro pares de patas e não há antenas em seu corpo.

-------------------------------------------------------------------------

Ao final desse exercício, reformule, juntamente com seus alunos, o que são, de fato, os insetos. Para ficar ainda mais interessante, vocês poderão aproveitar as imagens e montar um cartaz, bem explicativo e com linguagem simples, para que seus alunos jamais esqueçam as características dos insetos, e novas pessoas saibam diferenciá-los.

Caso seus alunos sejam do Ensino Médio, essa atividade pode ser feita não somente dizendo o que é e o que não é inseto, mas também identificando a qual grupo pertence cada um dos animais apresentados.

No caso em questão:

- Caracóis não são insetos; são do Reino Animalia, Filo Mollusca, Classe Gastropoda.
- Ratos não são insetos; são do Reino Animalia, Filo Chordata, Classe Mammalia.
- Joaninhas são do Reino Animalia, Filo Arthropoda, Classe Insecta.
- Escorpiões não são insetos; são do Reino Animalia, Filo Arthropoda, Classe Arachnida.

Além disso, em parceria com o professor de Português e de Literatura, vocês podem pesquisar reportagens em que o uso do termo “inseto” esteja errado. Tal atividade pode ajudá-los a compreender que, mesmo em veículos de comunicação aos quais geralmente atribuímos credibilidade, erros podem ocorrer, sendo necessário, portanto, termos atenção e senso crítico.

Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Brasil Escola nas Redes Sociais